3 Dicas para começar a importar

Bate papo sobre Negócios Internacionais – Brasil x USA
3 de maio de 2019
Internacionalização de Empresas
7 de junho de 2019

3 Dicas para começar a importar

 

Se você pretende começar a importar deixamos 3 regras de ouro para você começar.

Importar diretamente requer um certo planejamento. Isso porque nem tudo que é muito barato lá fora, pode ser tão vantajoso para ser importado.

Antes de importar, é necessário que você tenha um bom fornecedor, obviamente conheça a qualidade do produto, e não esqueça
de algo muito importante. Saiba TODOS os custos envolvidos (logísticos, tributários e etc).

O impacto dos impostos ou do custo logístico, pode inviabilizar a sua importação.

Assim sendo, vamos as DICAS :

DICA 01 – Desenvolvimento de Fornecedor :
Pesquise tudo que for possível sobre seu fornecedor, certifique – se que ele é de fato um fabricante, peça para ele
lhe enviar uma cópia dos seus certificados de produção.

Verifique se eles já participaram de alguma feira internacional, isso é um indicador positivo.
Questione sobre os Preços FOB e CIF (se não souber veja nossas dicas sobre incoterms) .
Questione sobre as condições de pagamento (payment terms) sobre o prazo de entrega (delivery time) e sobre a garantia
(warranty) e sobre a politica de troca em caso de problemas.

Diga que tem uma empresa que ira inspecionar a Fábrica dele antes de efetuar o pagamento, se ele se negar ou criar qualquer
dificuldade para isso, cancele a negociação imediatamente.

Pergunte se ele já fornece para alguma empresa no Exterior, se for possível, tente contatar essa empresa e checar as referências

Verifique se ele possui um website, ou somente anúncios em locais como AlibabaGlobal Sources e/ou Made In China. (evite esse
tipo de empresa). Observe também se o email dele é um dominio empresarial @nomedaempresa.com.cn , ou se eles utilizam emails
como @gmail.com, @yahoo.com.cn, @163.cn; qq.com (isso pode ser um indicador negativo) empresas bem estruturadas
costumam utilizar um email com dominio próprio.

Se possível, realmente contrate uma empresa de inspeção ao menos para a primeira compra.

DICA 02 – Estudo de Viabilidade Econômica de importação
Essa é uma etapa fundamental para dar continuidade ao processo de maneira assertiva . Nem sempre o que é MEGA BARATO lá
fora chega aqui a um preço bom.

Um estudo de viabilidade econômica de importação, tem que levar em conta todas as variáveis envolvidas na importação,
considerando o valor do produto la fora, o custo logístico, aduaneiro, tributário, e analisar as exigências de eventuais órgãos
anuentes (inmetro/anvisa/ibama/mapa/etc) além de todo o custo, é preciso conhecer também as exigências legais para importação
do produto desejado.

Após elaborar uma planilha detalhada com todas as informações, você saberá exatamente o valor de cada item colocado no seu
estoque, e assim poderá tomar a decisão de importar ou adquirir no mercado interno.

DICA 03 – Homologação da qualidade do produto e pré teste do Fornecedor :

Se a sua análise inicial do fornecedor foi positiva e seu estudo de viabilidade econômico de importação foi favorável, está na hora
de homologar a qualidade do produto.

Antes de realizar uma compra “grande” você deve solicitar uma amostra do produto para poder testar e se certificar da conformidade
da qualidade do produto que você irá adquirir.

Negocie com o fornecedor para que ele lhe forneça uma amostra Grátis do produto, e você pague os custos do frete até o Brasil.

Essa é uma forma de dividir os riscos. Se ele confia na qualidade do produto e o valor da amostra não for exorbitante, ele provavelmente aceitará essa proposta.

Dica Bônus : Não esqueça de Habilitar a sua empresa ( RADAR ) antes de iniciar o processo de importação 

By Wladimir Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat